Ajude a fome deixar 

de ser um problema para Paraisópolis

Compre essa camiseta e contribua com a produção de mil refeições

1/1

A CADIVEU uniu suas forças com a Associação de Mulheres de Paraisópolis que tem trabalhado arduamente desde o começo da pandemia do COVID-19 para entregar alimentação aqueles que precisam. Hoje são feitas 10 mil marmitas por dia e ainda não são o suficiente. Precisamos de você para mudar a realidade de mais famílias.

Poste as suas redes sociais usando #JuntosSomosMaisFortesCadiveu e incentive os seus seguidores a nos ajudar também!

Na compra da camiseta você ajuda na produção de mais de mil marmitas e ao usá-la, contribui para que a nossa mensagem chegue mais longe.

  

O design da estampa confeccionada pela Jade Marangolo foi pensado para homenagear as mulheres que não se cansam e vão a luta para fazer a diferença na vida daqueles ao seu redor.

IMG_0429.jpeg

Use e faça com que essa mensagem chegue mais longe

#JuntosSomosMaisForteCadiveu

Como a sua doação chegará a Associação?

Você compra a camisa no site cadiveustore.com

Todo o lucro da sua compra é destinado para a Associação

Elas recebem o dinheiro para comprar alimentos e o que mais precisarem para a  produção de marmitas (gás, embalagens, panelas e outros custos)

Elas produzem as marmitas e entregam aos moradores que precisam.

ASSOCIAÇÃO DAS MULHERES DE PARAISÓPOLIS

A Associação das Mulheres de Paraisópolis desde 2006 tem como principal batalha o acesso a equidade e a segurança das mulheres de Paraisópolis. Até 2018 já impactamos a vida de mais de 10 mil mulheres por meio de diferentes tipos de formações, possibilitando a absorção de talentos para nossos projetos.

 

Nossos projetos tem como base a emancipação econômica uma vez que elas apoiam na redução de indicadores de violência doméstica. ​Nosso maior desejo é que toda menina e mulheres de nossa comunidade sejam livres e possam escolher ser tudo aquilo que queiram ser.

 

No combate ao COVID-19, em parceria com o projeto Mãos de Maria, estão produzindo 10 mil marmitas por dia para alimentar aqueles que estão em situação de maior vulnerabilidade social.